16 de jan de 2010

Acesso a sites fica mais rápido no Brasil, com nova cópia de servidor DNS

NIC.br instala novo 'espelho' do servidor DNS raiz I em Porto Alegre. Brasil é um dos poucos países com mais de 4 cópias de servidores DNS raiz.

A resolução de nomes de domínios e a velocidade de conexão dos brasileiros à internet ficarão mais rápidas. A mudança se deve à instalação de uma cópia do servidor DNS (Domain Name Server) raiz I ao Ponto de Tráfego (PTT) de Porto Alegre (RS), na quarta-feira (13/1), pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) em parceria com a instituição sueca Autonomica.

Essa é a quarta cópia ("espelho") de servidores raíz a operar no Brasil, informou o NIC.br, que faz parte do Comitê Gestor da Internet Brasileira (CGI.br), nesta sexta-feira (15/1). "O objetivo dessa ação é diminuir o tempo de resolução de nomes de todos os domínios, aumentando ainda a autonomia e a confiabilidade no acesso global ao DNS por brasileiros", informa o órgão.

Conforme explica o NIC.br, a melhora na qualidade de conexão está relacionada à rapidez com que a informação chega até o usuário, que depende além da largura de banda, da distância e rotas entre os computadores envolvidos na comunicação.

Poucos países possuem mais de quatro cópias de servidores DNS raiz, entre eles estão Alemanha, Austrália, China, Estados Unidos, França, Índia, Itália, Japão e Reino Unido.

Até 2003, o internauta que precisasse acessar os servidores DNS raiz mais próximos levava aproximadamente mais de 100 milissegundos para obter a resposta, o que tornava a navegação mais lenta. Com esse novo servidor, uma rede conectada ao PTT de Porto Alegre realizará o mesmo procedimento em menos de 10 milissegundos.

Embora o quarto espelho de servidor diminua o tempo de acesso a um site, a navegabilidade e o download do conteúdo ainda dependem da qualidade da banda larga, alerta o NIC.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, mantendo o devido respeito, claro.