31 de jan de 2010

Sites clones de YouTube e Google contestam censura na China

Sites que imitam propositadamente o Google e o YouTube foram lançados na China como uma forma de protesto contra a censura à internet no país.
Um desses sites, batizado de Goojje, usa um logotipo e um layout semelhantes ao do Google, e serve como ferramenta de buscas e fórum entre usuários.
O novo site traz frases de apoio ao Google, com quem o governo chinês vem travando uma disputa por causa de acusações de cyberataques e censura.
Segundo a imprensa chinesa, o novo site foi fundado por estudantes universitários, mas a ferramenta avisa que filtra seus resultados de acordo com a legislação chinesa. Entre o conteúdo que o governo chinês considera "delicado", estão termos que se relacionem a temas como os protestos da Praça da Paz Celestial em 1989, a independência do Tibete e o movimento Falun Gong.
Já o site YouTubecn.com utiliza vídeos e conteúdo do YouTube original, que é proibido na China.
Disputa
A China vem travando uma disputa com o Google desde que, no dia 12 de janeiro, a gigante americana disse que hackers tentaram se infiltrar em contas de seu serviço de email pertencentes a ativistas de direitos humanos chineses, em um "ataque altamente sofisticado" originado no país asiático.
Depois disso, o Google chegou a anunciar que iria parar de censurar o conteúdo exibido no site na China e que estava considerando abandonar as operações no país.
Mas em seguida, voltou atrás e disse que permaneceria na China se o governo se tornar mais flexível com a censura.
O Google não se pronunciou sobre o lançamento do novo site.

[Fonte] O GLOBO

____________________

29 de jan de 2010

Último Segundo no seu site

Quer ter o Último Segundo, o primeiro jornal on line da internet brasileira, no seu blog ou site?

É simples. Basta copiar um código para ter o US Flash onde você quiser. Com ele, você recebe notícias atualizadas de segunda a segunda, 24h por dia. O serviço é gratuito e atualizado automaticamente.

Escolha o modelo e tenha o jornalismo mais ágil da internet sempre com você!


Modelo vertical
Formato 200x360
Copie o código abaixo e cole no seu site ou blog para aplicar o modelo vertical de notícias.

<script type="text/javascript" src="http://ultimosegundo.ig.com.br/noticiasnoseusite/boxNoticiasV.js"></script>

EXEMPLO



Modelo island
Formato 300x250
Copie o código abaixo e cole no seu site ou blog para aplicar o modelo vertical de notícias.

<script type="text/javascript" src="http://ultimosegundo.ig.com.br/noticiasnoseusite/boxNoticiasI.js"></script>

EXEMPLO


Modelo horizontal

Formato 740x120
Copie o código abaixo e cole no seu site ou blog para aplicar o modelo vertical de notícias.

<script src="http://ultimosegundo.ig.com.br/noticiasnoseusite/boxNoticiasH.js" type="text/javascript"></script>

EXEMPLO



[Fonte] ultimosegundo.ig.com.br 

_________________________

28 de jan de 2010

SEOmoz lança a Open Site Explorer



Na última semana, ao participar de um Webcast do Rand Fishkin, ele acabou mostrando um slide que, supostamente, não era para estar naquela apresentação. Pois bem, diante da minha suspeita, o SEOmoz, empresa referência mundial em SEO, lança hoje a sua mais nova ferramenta: o Open Site Explorer. Basicamente a idéia é fornecer toda a informação que os search engines não compartilham conosco, tais como informações da quantidade de links, quais são nofollow, quais os textos âncoras e uma diversidade de outras informações.



Antes de dar continuidade no artigo, gostaria de agradecer o Rand Fishkin, por compartilhar comigo, em primeira mão, a ferramenta. Eu sei que ele e outros profissionais do SEOmoz admiram o nosso trabalho e com certeza é um sentimento recíproco.


A primeira tela 


Como vocês podem notar, logo de início a ferramenta já se distancia da famosa ferramenta do Yahoo!, a Yahoo! Site Explorer. Logo na sua primeira página podemos visualizar as informações do índice da Linkscape, tais como o tamanho do índice e as informações do crawling dos últimos 45 dias:



Realizando uma análise

Você pode submeter um website para análise na ferramenta apenas digitando a sua URL. No exemplo abaixo enviei o website da MestreSEO, como vocês podem ver:


O interessante aqui é observar que a Open Site Explorer lista URLs com nofollow e ainda lista links de imagens, algo que não era feito pelo Yahoo! Site Explorer. Outro ponto muito bom para análise é que a ferramenta coloca junto com a informação do link, o texto âncora associado, a autoridade da página e por fim a autoridade do domínio.


Aba Linking Domains


Considerado um dos fatores de rankeamento mais importantes na atualidade, os domínios que te linkam são claramente expostos nesta aba.






Aba Anchor Text Distribution

Nesta aba você tem acesso aos detalhes de texto âncora dos links que apontam para a sua página. A parte interessante fica por conta das opções que você pode escolher para listar os textos âncora, onde você pode escolher se quer exibir todos os textos âncora para aquela página, para o subdomínio ou ainda para o root domain.




Algo que eu não tinha visto em nenhuma outra ferramenta é a opção de filtrar os textos âncora por frase ou termos, dando a possibilidade de você analisar se seus textos âncora possuem um determinado termo ou não.

Ainda sobre esta aba, é possível listar todos os seus textos âncora, analisando quantos root domains e links possuem um determinado texto âncora.


Aba Full List of Link Metrics

Na última aba temos uma compilação de praticamente todas as métricas que o SEOmoz gosta de ressaltar em seus artigos e palestras. Todas as informações de métricas de mozRank, mozTrust, Domain mozRank e Domain mozTrust estão disponíveis nesta aba, assim como diversas outras informações.




Um ponto bem interessante é agregar estes gráficos e dados em seus relatórios periódicos de SEO pois, desta forma, você conseguirá saber como está a evolução do seu trabalho de SEO.






Comparação entre Websites



Uma feature muito legal que a ferramenta disponibiliza é a comparação entre sites. Para esta comparação utilizei os nossos grandes amigos do BrasilSEO.

A primeira parte da comparação é chamada de “Comparison Chart of Important Metrics for these Pages”, onde a ferramenta exibe os principais dados de cada website em forma de gráfico de barras, dando a possibilidade de analisar facilmente quais as métricas que o seu concorrente está melhor do que você. Os dados disponibilizados na comparação são: Page Authority, Domain Authority, Total Links, External, Followed Links e Linking Root Domains.



Em seguida temos um quadro comparativo muito bom, onde são exibidos, lado a lado, os links mais importantes que cada website possui. Desta forma, fica fácil identificar onde você deve tentar conseguir um link, caso não possua.


Conclusões

O anúncio desta ferramenta vem em boa hora para a comunidade de SEO, que estava esperando o Yahoo! Site Explorer sair do ar quando a Microsoft assumisse o core de search do Yahoo!. Com esta nova ferramenta, as possibilidades de analisar os websites se tornam mais simples e mais estáveis, com dados mais claros e conseqüentemente com mais qualidade.

Honestamente, achei um excelente investimento do SEOmoz e produzir esta nova ferramenta e com certeza será um sucesso. Vale lembrar que quem já é PRO member do SEOmoz tem acesso completo à Open Site Explorer. Para quem ainda não é, basta acessar as páginas de planos, que conta com um plano gratuíto ou a assinatura PRO.

Espero que tenham gostado deste review em primeira mão e até o próximo artigo!


[Fonte] www.mestreseo.com.br
            Publicado em 20/01/2010


__________________________________________

27 de jan de 2010

Projeto de lei sobre internet fica obsoleto



Romero Jucá, senador que propôs o projeto de lei que determina tarifas mais baixas de telefonia para municípios onde não há acesso à internet


Um projeto de lei (6382/2009) proposto pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR) prevê menor tarifa telefônica para acesso à internet discada em municípios onde não há provedores locais.

Nestes locais, os usuários devem fazer ligações interurbanas para provedores de outras cidades e acabam pagando mais caro.

O projeto tramita na Câmara dos Deputados em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Jucá afirma que "o acesso à internet é um importante meio de inclusão social e que as pessoas que moram em pequenas cidades não podem ser excluídos dela". O senador argumenta que toda a sociedade deve arcar com os custos da inclusão.

Segundo a proposta, o responsável pela empresa de telefonia que deixar de cumprir a medida estará sujeito a multa ou detenção de um a quatro anos.

A proposta, no entanto, ficaria obsoleta com o Plano Nacional de Banda Larga, do Ministério das Comunicações. Para o ministro Hélio Costa, a principal meta do ministério para 2010 é iniciar o projeto, que pretende levar a internet em banda larga a todo o país.
No entanto, a implantação do plano deve se estender ao próximo governo. “Seja ele qual for, o próximo governo fica na obrigação de continuar a implantação", afirmou o ministro em solenidade em dezembro do ano passado.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva havia determinado, no fim de novembro de 2009, o prazo até meados de janeiro de 2010 para receber um documento reunindo novas informações e propostas para o Plano Nacional de Banda Larga. Até hoje, nenhuma proposta foi apresentada.

Saiba quais são os problemas do Internet Explorer 6

Você tenta ver um vídeo no YouTube e não consegue? Talvez o problema não esteja no site, e sim no seu computador. Caso você tenha o Internet Explorer 6 instalado na sua máquina, pode se deparar com esse e outros tipos de problema.

Essa versão do navegador da Microsoft, lançada em 2001, é alvo constante de críticas por conta de limitações e falhas de segurança. Tanto é que a Microsoft divulgou, na semana passada, um boletim em que pede aos usuários para atualizarem seu browser para a versão mais recente.

Entre as críticas feitas ao IE6, destacam-se as que dizem que o navegador é desatualizado e defasado e não dá suporte a funcionalidades e tecnologias de hoje em dia.



"O IE6 tem uma série de problemas de segurança, de suporte a aplicações de Flash", diz Paulo Couto, editor-chefe do Fórum PCs (www.forumpcs.com.br). Segundo Couto, 30% dos leitores que acessam o site usam o IE6. "Particularmente não gosto desta versão, mas é um padrão ainda, e somos obrigados a usá-la."

Couto afirma que a Microsoft não segue o W3C (World Wide Web Consortium), consórcio de empresas de tecnologia que desenvolve padrões para a criação e a interpretação de conteúdo para a rede. O consórcio define diretrizes para que sites possam ser acessados a partir de diferentes navegadores, variados sistemas operacionais e diversos dispositivos, sem grandes diferenças.

Na opinião de Couto, a Microsoft cometeu um grave erro ao associar o IE6 ao Windows XP. "A atualização para uma versão posterior do navegador só podia ser feita por quem tinha o sistema original. E todo mundo sabe que existe muita pirataria. Então, muita gente foi impedida de migrar", diz.

A Microsoft afirma que a migração para o Internet Explorer 7 foi exclusiva para usuários do software original apenas por alguns meses no lançamento da nova versão, mas que hoje está disponível "a todos os usuários do software, seja ele original ou não".

Webdesign

Para o diretor de tecnologia e desenvolvedor João Rego, o IE6 "é o pânico dos browsers". "Um site que funciona no IE6 fica completamente desconjuntado em outras versões. E quando um usuário usa o IE6 e não faz upgrade, ele vê a internet torta", diz.

Quando precisa programar um site para diferentes versões de navegadores, Rego costuma cobrar 50% a mais do valor do projeto caso tenha que fazer uma para o IE6. "O IE6 é uma aberração da natureza, uma desgraça. Você não tem que desenvolver um site, mas três."

Ele ressalta que o Google começou uma campanha no YouTube para incentivar o upgrade para a versão mais recente. "Quando você acessa o YouTube, aparece uma barra sugerindo a atualização, pois não será dada continuidade ao suporte."

Por conta de tantas dificuldades, Rego é taxativo. "Que morra o IE6, que a Microsoft desista e passe a seguir padrões. A empresa não pode ditar regras, pois ela não vive sozinha."

A Microsoft divulgou na semana passada um boletim em que confirma a ocorrência de uma série de tentativas de roubo de informações on-line e controle não autorizado de computadores. Em sua maioria, contra empresas que utilizam a versão 6 do Internet Explorer, apontada como obsoleta por grande parte dos especialistas em tecnologia.

26 de jan de 2010

Wallpaper e inspiração



23 de jan de 2010

Ferramenta para língua portuguesa

Fazendo uma breve pesquisa pela internet encontrei um site bem interessante, que disponibiliza uma gramática atualizada. Sinais ortográfico, pontuação, morfologia e sintaxe, tudo que normalmente se precisa. Vale a pena conferir, não deixe de visitar o site  flip.pt .


21 de jan de 2010

Onde aprender CSS de graça na internet








Novo na construção de páginas? Aprenda a utilizar o CSS para desenvolver sites e aumentar a qualidade de seu trabalho com tutoriais gratuitos.
Cascading Style Sheets é uma linguagem de estilo utilizada para definir a apresentação de documentos escritos em HTML ou XML. Basicamente, é ela que vai definir a aparência geral de um site como cor de fontes e posições de itens, por exemplo.
Basta que o programador, ou designer, crie um arquivo com a extensão. CSS contemplando todos os elementos da página, o que simplifica o trabalho e diminui a necessidade de fazer alterações diretamente nas páginas principais.
A INFO selecionou quatro sites diferentes com tutoriais úteis, que podem ajudá-lo a desenvolver seus projetos e a testar técnicas de criação. Confira:

1 – Tutorial CSS
Hospedado pelo HTML.net, o tutorial apresenta 16 lições que cobrem os pontos principais e aplicações da linguagem. Desde os conceitos básicos até a validação do site junto aos padrões do W3C, o usuário vai encontrar dicas importantes sobre a criação de elementos para layout de páginas.



2 – Tutorial Grátis de CSS
O “Como fazer um site” tem tutoriais de CSS em vídeo que mostram como criar um template para suas páginas. Ao todo são quatro lições que vão desde o layout básico até criação de caixas, sem esquecer da formatação de links e textos.

3 - Tutorial CSS – Tableless
O Saber CSS tem um guia curto, mas bastante efetivo sobre o assunto. São cinco tópicos que abordam de forma clara e prática os principais conceitos da linguagem. Bom para quem quer revisar ou ver alguns exemplos rápidos de código.



4 - Bordas com cantos arredondados
Um guia bem rápido que mostra como criar bordas com cantos arredondados sem o uso de imagens. O problema é que ele pode não funcionar com o IE e Opera.

17 de jan de 2010

Sorria! é tempo de sorrir para seu PC !?















Luxand Blink! 1.0

Quem utiliza o Windows Vista em ambientes empresariais sabe como é trabalhoso gerenciar a senha e o login de diversos usuários diferentes. É comum ter que entrar em contato com o administrador de redes para obter alguma senha perdida ou casos em que o funcionário compartilha a senha de acesso, mesmo que isso seja contra as regras da empresa.

O Luxand Blink! é um programa destinado a agilizar o processo de login no computador, além de proporcionar mais segurança e impedir que pessoas não autorizadas tenham acesso a documentos importantes do computador. Tudo isso de forma gratuita, sem precisar pagar licenças de uso.

Faça login no computador através da Webcam

O Blink! utiliza um software de reconhecimento facial que identifica pontos de referência do rosto do usuário através de qualquer webcam conectada ao computador. O software atribui os resultados obtidos ao usuário que realizou a instalação do programa na máquina, permitindo fazer o login somente mostrando o rosto para a webcam.
Ou seja, em vez de ter que lembrar senhas quilométricas ou se preocupar com a segurança desta informação, basta instalar o programa para que somente seja possível acessar o computador caso a pessoa certa esteja sentada em frente ao monitor.

Atenção durante a instalação

Para que o Blink! funcione corretamente, é preciso seguir alguns passos que vão garantir que o software de reconhecimento fácil consiga trabalhar corretamente. O primeiro é se certificar que a webcam utilizada está instalada corretamente e ligada ao computador.

Em seguida, certifique-se de colocar a câmera em uma localização apropriada, de preferência em cima ou ao lado do monitor. Estas posições são recomendadas porque facilitam a visualização do rosto do usuário e permitem que o programa trabalhe com mais eficiência.
Depois de certificar que as etapas anteriores foram cumpridas com rigor, inicie o processo de instalação do Blink!. Durante o processo, a webcam conectado ao computador será acessada para calibrar o software de reconhecimento facial.

Durante este processo, recomenda-se que o usuário sente e olhe para a tela da maneira como faz normalmente enquanto está utilizando o computador. Para facilitar o processo, mova sutilmente a cabeça para a esquerda e a direita enquanto o programa realizar as configurações necessárias.

Completada esta etapa, tudo que você precisa fazer é reiniciar o computador para que o Blink! funcione corretamente. Já durante a primeira iniciação você vai notar que surge uma janela exibindo a imagem transmitida pela webcam, o que significa que o processo foi bem sucedido.

Mais segurança para o computador

Durante os testes realizados pelo Baixaki, o software de reconhecimento fácil do Blink! funcionou de maneira eficiente, e só permitiu o acesso ao computador quando o usuário cadastrado estava em frente à tela.

Vale mencionar que o programa não bloqueia o acesso aos diferentes perfis registrados na máquina através de senhas. Ou seja, ainda será possível realizar o login de maneira normal, basta saber a senha cadastrada por cada usuário do sistema.

[Fonte] Baixaki

16 de jan de 2010

Hospedagens de sites gratis

Minha lista de servidores gratuitos que conheço.

HOSPEDAGEM GRATUITO

http://www.xpg.com.br/
http://www.criandosite.com.br/
http://www.hypermart.net/index.gsp
http://www.option-line.com/
http://www.topcities.com/
http://www.tripod.lycos.com/
http://www.virtualave.net/index.gsp
http://www.zerocatch.com/
http://www.brinkster.com/
http://www.fortunecity.com/
http://www.freeservers.com/
http://www.freewebsites.com/
http://homepages.sapo.pt/
http://intermega.globo.com/intermega/index.php
http://espacio.miarroba.com/
http://www.osite.com.br/
http://www.personales.com/
http://free.prohosting.com/
http://www.setemares.terravista.pt/
http://vila.bol.com.br/index.html
http://www.vr9.com/
http://www.webhostme.com/
http://www.xoom.it/
http://geocities.yahoo.com/home
http://home.justfree.com/
http://www.nettaxi.com/
http://www.250free.com/

HOSPEDAGEM GRATUITO + SUPORTE A PHP.

http://www.xpg.com.br/
http://www.criandosite.com.br/
http://www.hypermart.net/index.gsp
http://www.option-line.com/
http://www.topcities.com/
http://www.tripod.lycos.com/
http://www.virtualave.net/index.gsp
http://www.zerocatch.com/
http://www.brinkster.com/
http://www.fortunecity.com/
http://www.freeservers.com/
http://www.freewebsites.com/
http://homepages.sapo.pt/
http://intermega.globo.com/intermega/index.php
http://espacio.miarroba.com/
http://www.osite.com.br/
http://www.personales.com/
http://free.prohosting.com/
http://www.setemares.terravista.pt/
http://vila.bol.com.br/index.html
http://www.vr9.com/
http://www.webhostme.com/
http://www.xoom.it/
http://home.justfree.com/
http://www.nettaxi.com/
http://www.250free.com/

Botões e barras com efeito de vidro

O site bittbox está oferecendo um pacote com mais de 70 botões e barras no formato EPS, SVG, AI e PNG que você poderá utilizar no seu site. Os botões possuem um estilo muito utilizado em sites web 2.0 com reflexos sobre vidro:






Visite o endereço abaixo e clique no botão “download”.

http://www.bittbox.com/freebies/72-free-vector-glass-buttons-and-bars

Milhares de Tutoriais para Fireworks

Aqui vai a dica desta lista com os melhores sites de apostilas e tutoriais sobre Adobe Fireworks do mundo. Cada site desse possui centenas de tutoriais, apostias e vídeos que vão te ensinar novas técnicas e dicas úteis.

Adobe Support: Fireworks Tutorials
CommunityMX: Fireworks tutorials
Free fireworks 8 video tutorials
Qrayg Fireworks Tutorials
Adobe Fireworks Design Center
Adobe Design Center Videos
Adobe Video Workshop
Tutorialized.com
Firetuts.com
Firework Zone
Fireworks Product Page
Adobe Fireworks Developer Center
Fireworksguruforum

Dez add-ons fundamentais para o Chrome, navegador do Google

Algumas dessas extensões irão melhorar a produtividade do usuário no browser, outras são apenas para puro lazer e entretenimento.


Tantos complementos em tão pouco tempo. Em dezembro, o Google apresentou o repositório de extensões para o seu navegador opensource, o Googhe Chrome e, em apenas um dia, o número de add-ons chegou a 300.
Como um projeto beta, as extensões têm recebido bem pouca atenção da empresa. Por ora, o Google apenas está suportando extensões para a última versão beta do navegador. Assim, caso o usuário prefira usar apenas versões estáveis de aplicativos, ele terá de deixar de lado as ferramentas que complementam o software. Pelo menos por enquanto.
Vale notar que a versão do navegador que suporta os add-ons, conhecida por versão “Beta Channel”, está disponível apenas para o Windows XP e Vista, e não para o Windows 7. O Google prometeu para breve extensões para  Mac OS X e também - claro - para o Chrome OS.
A blogueira da Google Subnet Julie Bort vasculhou a biblioteca de complementos do navegador do Google e identificou aqueles que ela entende irão melhorar a produtividade do usuário na web. E foi além: também escolheu algumas que são pura diversão.
WOT - Web of trust
Este complemento irá advertir o usuário sobre o risco de visitar determinados sites na web, responsável por bisbilhotar a vida do internauta, disseminar malware e enviar spam. a comunidade WOT visitou milhões de web sites e sua classificação é continuamente atualizada por milhões de membros do serviço, bem como de outras fontes confiáveis, tais como páginas que listam sites phishings. O bom do WOT é que ele não bloqueia o acesso a qualquer site - como outros aplicativos semelhantes. Em vez disso, dá ao internauta um gráfico que mostra se ele irá se aventurar por um endereço potencialmente perigoso.
Xmarks Bookmark Sync
Esta é uma das mais populares ferramentas para gerenciamento de bookmarks. Além de permitir backup dos endereços web preferidos dos internautas, o Xmarks Bookmark Sync é multiplataforma, pode ser usado em computadores diferentes e agora é compatível com o Firefox, Safari, IE e Chrome. Com o Xmarks, o usuário pode decidir que bookmarks serão sincronizados com quais computadores. Tal facilidade ajuda a manter a privacidade dos preferidos permitindo separar, por exemplo, bookmarks usados no ambiente de trabalho daqueles que o usuário acessa quando está em casa.
Shareaholic
A biblioteca de complementos do Chrome oferece várias opções para integração de conteúdo web com redes sociais como Twitter e Facebook. O Shareaholic é um add-on desta natureza. Além de suportar redes populares como Twitter, Facebook, Digg, Reddit e LinkedIn, ele também é capaz de se integrar ao Gmail e ao Yahoo. Além disso, é customizável. Compartilhe, salve e envie e-mail com as páginas visitadas no Twitter, no Facebook, pelo Gmail, Google Reader e muito mais. Também pode-se compartilhar vídeos, blogs e imagens.
LastPass para Chrome 
Eis um gerenciador gratuito online de senhas e preenchedor de formulários que não só auxilia o usuário na gestão de dezenas de passwords para redes sociais e outras páginas web, mas também ajuda a tornar a navegação mais segura. O complemento permite importar (e exportar) senhas armazenadas em serviços populares de gestão de senhas tais como Roboform, Keepass, PasswordSafe, MyPasswordSafe, Sxipper, TurboPasswords, PassPack e até mesmo das ferramentas de gerenciamento de senhas do Firefox e do Internet Explorer. Dados confidenciais são criptografados localmente antes de serem enviados pela web evitando a ação de qualquer bisbilhoteiro. Uma senha única e um teclado virtual também contribuem para proteger sua lista de senhas.
Chrome IE Tab extension
Como algumas páginas web - infelizmente - só funcionam com o Internet Explorer, este complemento permite rodar o IE dentro de uma aba do Chrome de forma que o usuário será capaz de exibir a página desejada sem ter de sair do navegador do Google. Pode-se configurar o IE Tab extension para fazer isso automaticamente com URLs que o internauta especificar. Este add-on, faz algo semelhante ao que o time de desenvolvimento do Chrome anunciou em setembro de 2009 ao informar que o navegador ganhava uma funcionalidade denomina Frame para substituir o mecanismos de renderização para o IE dentro do Chrome. Com o IE Tab, o internauta usa o Chrome para rodar o IE. De qualquer forma, ganham os usuários, que passam a contar com mais uma opção de browser memso para acessar sites ou aplicativos qud são compatíveis apenas com o navegador da Microsoft.
Cooliris
Este complemento oferece uma forma rápida de navegar por imagens e vídeos. Em vez de clicar por páginas de imagens, esperar cada página carregar para então ver o conteúdo desejado, basta fazer scroll em um “ambiente” 3D infinito. Busque por imagens e por vídeos no Google, YouTube, Flickr, Picasa, Facebook e muito mais. O Cooliris também permite navegar por conteúdos em sites de conteúdo para TV como Hulu, CBS, Fox, Sony. Ajuste as configurações do add-on e compartilhe o conteúdo do Cooliris com seus contatos no Facebook e outros.
Show IP 
Este complemento é tão simples quanto o seu nome. O Show IP permite que o usuário verifique, quando quiser, seu endereço IP atribuído pelo provedor web. Caso ache isso útil, também é provável que goste de outras extensões, digamos geeks. O Firebug Lite extension, por exemplo, é útil para desenvolvedores web pois permite editar, debugar (expressão criada por técnicos para procurar e localizar erros em programas e aplicativos) e monitorar CSS, HTML e JavaScript em qualquer página na web. O YouTube HTML5-ifier é um script que substitui o player de vídeo padrão do YouTube, baseado em flash, pela capacidade nativa do HTML-5 de reproduzir vídeos.
MakeGadget 
O MakeGadget permite tornar uma URL acessível por meio de um objeto do tipo popup. O add-on é particularmente útil caso exista uma aplicação criada para dispositivos móveis que o usuário deseja acessar no browser via desktop. O MakeGadget utiliza um banco de dados HTML5 pra lembrar a última URL fornecida.
RandomMagic
Esta é uma ferramenta de apoio à tomada de decisão. O RandomMagic acrescente três miniaplicativos: um cara-e-coroa, um dado e um gerador aleatório de números. Quando o usuário enfrenta uma situação na qual não consegue se decidir, deixe o add-on fazer o serviço. Para quem achar este complemento útil, deve conhecer o gerador randômico de frases de Albert Einstein e o Flickr Interestigness que exibe, a cada dia, uma série de imagens escolhidas aleatoriamente no Flickr.
Jamendo Radio
Este complemento adiciona um player de rádio que faz streaming de música a partir do site Jamendo. Este site apenas hospeda músicas criadas sob a creative commons license; desta maneira, caso você queira apenas ter acesso a canções com DRM-free, este é seu destino. Uma lista popup apresenta canais preconfigurados, mas com um pouco de trabalho o internauta será capaz de configurar seus próprios canais de música.



[Fonte] pcworld.com.br

Acesso a sites fica mais rápido no Brasil, com nova cópia de servidor DNS

NIC.br instala novo 'espelho' do servidor DNS raiz I em Porto Alegre. Brasil é um dos poucos países com mais de 4 cópias de servidores DNS raiz.

A resolução de nomes de domínios e a velocidade de conexão dos brasileiros à internet ficarão mais rápidas. A mudança se deve à instalação de uma cópia do servidor DNS (Domain Name Server) raiz I ao Ponto de Tráfego (PTT) de Porto Alegre (RS), na quarta-feira (13/1), pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) em parceria com a instituição sueca Autonomica.

Essa é a quarta cópia ("espelho") de servidores raíz a operar no Brasil, informou o NIC.br, que faz parte do Comitê Gestor da Internet Brasileira (CGI.br), nesta sexta-feira (15/1). "O objetivo dessa ação é diminuir o tempo de resolução de nomes de todos os domínios, aumentando ainda a autonomia e a confiabilidade no acesso global ao DNS por brasileiros", informa o órgão.

Conforme explica o NIC.br, a melhora na qualidade de conexão está relacionada à rapidez com que a informação chega até o usuário, que depende além da largura de banda, da distância e rotas entre os computadores envolvidos na comunicação.

Poucos países possuem mais de quatro cópias de servidores DNS raiz, entre eles estão Alemanha, Austrália, China, Estados Unidos, França, Índia, Itália, Japão e Reino Unido.

Até 2003, o internauta que precisasse acessar os servidores DNS raiz mais próximos levava aproximadamente mais de 100 milissegundos para obter a resposta, o que tornava a navegação mais lenta. Com esse novo servidor, uma rede conectada ao PTT de Porto Alegre realizará o mesmo procedimento em menos de 10 milissegundos.

Embora o quarto espelho de servidor diminua o tempo de acesso a um site, a navegabilidade e o download do conteúdo ainda dependem da qualidade da banda larga, alerta o NIC.br


Buscas: Google lidera, mas Microsoft cresce mais rapidamente

Levantamento da comScore em dezembro mostra que empresas foram as únicas que cresceram num universo de 14,7 bilhões de consultas. 

Os sites do Google lideraram o ranking de serviços de busca nos EUA em dezembro de 2009, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (15/1) pela empresa de pesquisas comScore. Em crescimento, no entanto, a Microsoft está na dianteira.
No mês passado os americanos fizeram 14,7 bilhões de buscas, de acordo com a empresa. Os sites do Google responderam por 65,6% desse total. Os sites do Yahoo aparecem em segundo, com 17,3%; sites da Microsoft, Bing incluído, tiveram 10,7% da audiência.
Em números absolutos, os sites do Google cresceram 2% em buscas em dezembro se comparado ao mês anterior. Os sites do Yahoo mantiveram-se estáveis, enquanto os sites da Microsoft cresceram 6%. Já os serviços Ask Network e AOL tiveram perda de audiência de -1% e -4%, respectivamente.

Microsoft já tem seu encurtador de URL

Criado para uso interno, "Binged.it" faz referência ao site Bing mas usa infraestrutura do Bit.ly. 

A Microsoft tem usado internamente um serviço de encurtamento de URL que faz referência ao site de buscas Bing, informou nesta sexta-feira (15/1) o Seattle Post-Intelligencer.

A novidade parece ter sido notada pela primeira vez por um blogueiro britânico, que encontrou, no Twitter, endereços na forma http://binged.it. A tentativa de visitar o site levará o visitante ao serviço Bit.ly.

Questionada pelo jornal, a Microsoft confirmou o uso interno da ferramenta, mas não confirmou se ela será liberada para uso público.

15 de jan de 2010

Redes sociais: só 10% das empresas envolvem a TI nos projetos

Relatório aponta ainda que 90% das organizações não criaram regras específicas para uso das ferramentas e só 14,28% têm políticas para desenvolvimento de soluções



Se a utilização das redes sociais está hoje amplamente disseminada dentro das organizações, ainda falta o envolvimento da TI e a criação de políticas para utilização dessas ferramentas. A constatação faz parte de um estudo conduzido pela universidade britânica Henley Business School, em parceria com a espanhola IESE Business School e com a Rochester Institute of Technology, dos Estados Unidos.

O levantamento aponta que entre as 105 empresas consultadas, 75% delas utilizam as redes sociais - 50%, o Twitter especificamente – para atingir seus clientes. Apesar disso, só 10% das organizações contam com o envolvimento direto da TI nesse tipo de iniciativa. Um cenário que, de acordo com o relatório, gera perdas, na medida em que não há uma integração entre essas ferramentas e os sistemas corporativos.

Por outro lado, só uma em cada sete companhias (14,28%) ouvidas no estudo tem alguma política para desenvolvimento das ferramentas ligadas às redes sociais. E apenas 10% criaram alguma regra específica a respeito do uso dessas soluções dentro das empresas, com o intuito de garantir a confidencialidade e a segurança das informações.

Sobre o potencial das redes sociais, o levantamento mostra que as pequenas e médias empresas adotam esses ambientes de forma bastante intensiva para gerar oportunidades de negócio. No entanto, quanto maior a companhia, menos a adoção desse tipo de ferramenta. De acordo com o relatório, isso deve-se à natureza pouco estruturada dos ambientes de Web 2.0 e que gera insegurança nas organizações.

Caminho para o sucesso

O estudo aponta que uma estratégia bem-sucedida de uso corporativo das redes sociais depende do endereçamento de onde, como e qual o objetivo das iniciativas. Além disso, exige a escolha das ferramentas certas e do gerenciamento de como os funcionários podem utilizá-las.

O principal responsável pelo levantamento, o professor da IESE Business School, Evgeny Kaganer, afirma ainda que as empresas precisam se preparar para a transformação que será gerada por esses novos ambientes. “Ignorar o aumento do uso e a influência das redes sociais e da Web 2.0 cria um risco para as organizações de uma utilização errada das ferramentas, aumentando as possibilidades de divulgação indevida de informações e a distorção da imagem da companhia”, relata o especialista.

(Anh Nguyen)

Usuários brasileiros são segunda maior população no Twitter, indica análise

Se a popularidade do serviço de microblogs Twitter teve queda nos Estados Unidos nos últimos meses, nos demais países a proporção é inversa, segundo informou o site ReadWriteWeb nesta quinta-feira (14). Usuários do Brasil, Indonésia e Alemanha puxaram o crescimento durante os últimos seis meses.

De acordo com dados da empresa de análise em mídia social Sysomos, os Estados Unidos representam, agora, 50% dos usuários do Twitter --queda considerável, quando comparada com o índice de 62% em junho de 2009.










Agora, o Brasil representa 8,8% dos usuários do serviço --apenas 2% acima do número registrado em junho. Os usuários da Indonésia correspondem a 2,5% (0,5% a mais do que em junho). Já a percentagem de usuários da Alemanha corresponde a 2,5% --1,5% acima do índice registrado no meio do ano.

No entanto, quando analisado o número total de contribuições por meio de tweets, o Reino Unido ultrapassa o Brasil: Estados Unidos lideram com 56,59% das postagens (uma queda de 50,9% em relação ao ano passado), seguido pelo Reino Unido, com 8,09%. Os tweets brasileiros chegam a 6,73% do total de postagens no serviço de microblogs.

A Sysomos analisou 13 milhões de perfis únicos, ativos entre 16 de outubro e 16 de dezembro de 2009.

[Fonte] networkedblogs.com


Ataque ao Google na China aproveitou falha em navegador da Microsoft

Recentes e sofisticados ciberataques contra o Google e outras empresas exploraram uma falha até agora desconhecida no navegador Internet Explorer, da Microsoft.

O ponto fraco no mais usado dos navegadores mundiais foi identificado pela empresa de segurança na computação McAfee --e, posteriormente, confirmado pela Microsoft.

O Google anunciou na terça-feira que detectou na metade de dezembro ataque originado na China à sua infraestrutura empresarial, resultando em roubo de propriedade intelectual. A empresa veio a descobrir que mais de 20 outras companhias também sofreram infiltrações.

A McAfee informou na quinta-feira que os responsáveis pelos ataques enganaram funcionários das empresas, fazendo-os clicar em links que direcionavam para um site que instalou secretamente de espionagem em seus computadores, em uma campanha a que os piratas virtuais aparentemente designaram "Operação Aurora".

"Jamais vimos ataques dessa sofisticação, no espaço comercial. Só os havíamos visto anteriormente no espaço governamental", disse Dmitri Alperovitch, vice-presidente de pesquisa da McAfee.

A Microsoft posteriormente confirmou o problema e enviou um alerta aos usuários que espera poder reduzir o problema. A companhia continua trabalhando para desenvolver uma atualização que o resolva.

"A empresa determinou que o Internet Explorer foi um dos vetores usados em ataques dirigidos e sofisticados contra o Google e outras redes empresariais", afirmou a Microsoft.

A maior produtora mundial de software afirmou que o uso do Internet Explorer em "modo protegido", com os controles de segurança em nível "alto", limitaria o impacto do problema.

"Precisamos encarar com seriedade todos os ataques à computação, não apenas esse", disse Steve Ballmer, presidente-executivo da Microsoft, em entrevista à CNBC.

"Temos toda uma equipe que responde em tempo verdadeiramente real a qualquer denúncia que possa ter algo a ver com o nosso software."

Segundo a McAfee, os programas permitiam a tomada de controle de computadores sem que seus donos soubessem.

O Internet Explorer é vulnerável em todas as recentes versões do Windows, incluindo a nova Windows 7, segundo a McAfee.

A Microsoft afirma que os ataques têm sido limitados ao Internet Explorer 6, uma versão mais antiga do aplicativo.

12 de jan de 2010

Beba Coca-Cola. E dê um pouco para o celular




Bateria funciona a partir de energia elétrica gerada pela quebra de moléculas de carboidratos

Agora que começou o novo ano e você dediciu que vai parar de tomar refrigerante, surge um celular regado a Coca-Cola. Radicada em Londres, a designer chinesa Baizi Zheng descobriu que é possível adaptar uma biobateria para funcionar alimentada pela bebida.
Baizi pensou em uma maneira de reduzir a utilização dos metais pesados encontrados nas baterias, já que quando descartados incorretamente, contaminam o solo. A substituição do lítio e do cádmio, por exemplo, pela Coca-Cola eliminariam o risco de prejuízo ao meio ambiente e ao ser humano.

Já é conhecida a tecnologia que faz com que baterias funcionem a partir da energia elétrica gerada pela quebra de moléculas de carboidratos, entre eles o açúcar. As enzinas atuam como catalisadoras, fazendo com que o resíduo seja apenas água e oxigênio. Para isso, basta um líquido açucarado. Então, nada melhor que uma boa Coca-Cola.

Além de serem biodegradáveis, as biobaterias apresentam como vantagem potencial de carga até quatro vezes maior. Baizi teve o apoio da Nokia para trabalhar no desenvolvimento das peças. A questão é que provavelmente a ideia não vingue comercialmente, já que despejar uma lata do refrigerante na bateria não significa necessariamente vantagem para o consumidor. Mas sinaliza um passo importante na elaboração de elementos não poluidores nas baterias de aparelhos utilizados em demasia no dia a dia.


[Fonte] MSN Tecnologia

11 de jan de 2010

Photoshop: Anúncio de perfume esqueceu de mostrar uma perna da modelo

A pose apaixonada do casal seria altamente convincente nao fosse a falta de uma perna no corpo da modelo. O anúncio do perfume Azzaro ganhou seu lugar no photoshop disasters.

Assim já é d +

Aprenda a tratar e publicar suas fotos










Orkut e Facebook permitem criar álbuns para compartilhar com os contatos, e ainda oferecem filtros para selecionar que contatos terão acesso. No Orkut, vá ao menu principal e selecione Fotos para criar um álbum. Selecione que serão enviadas para o site. Depois de carregar as fotos, pode-se girá-las, apagá-las, selecionar qual será a capa do álbum e atribuir legendas para cada uma. No alto da janela ficam as opções de privacidade: só alguns amigos, amigos do Orkut, todos do Orkut. A primeira permite escolher listas de amigos da rede ou contatos individualmente.
No Facebook, o procedimento é parecido. Na barra de menus que fica na parte de baixo da tela clique a opção Fotos. Depois, no alto à direita, o botão Criar álbum de fotos. Depois de dar nome ao álbum e uma descrição, selecione o grau de privacidade na opção Quem pode ver isso?. As opções são: todos, amigos de amigos, apenas amigos, e personalizar. Esta última permite selecionar listas de amigos que já existam. As fotos aparecem numa janela, onde é possível atribuir legendas e escolher a capa do álbum.
Flickr e Picasa são boas alternativas para armazenar e compartilhar fotos. O Flickr é uma rede social voltada para fotografia e para acessá-lo é preciso uma conta gratuita no Yahoo! As fotos podem distribuidas em álbuns e receber tags (palavras-chave) e geotags (que indicam o local em que foram feitas) que facilitam a localização das imagens no site. O Flickr permite retocar e recortar fotos, entre outros efeitos, com o Picnik, conhecido site de edição de imagens.
O Picasa Web Albuns é o similar que pertence ao Google. Uma vantagem do serviço é a integração ao programa Picasa, para tratamento e organização de imagens. Pode-se, por exemplo, pegar as fotos de um álbum online e fazer um clipe em vídeo e depois mandá-lo para o YouTube, por exemplo.
Diversos sites oferecem ferramentas de edição gratuitas. A maioria faz ajustes básicos, oferece alguns efeitos e pede cadastro, como o Photoshop.com. O Slashup tem interface parecida com o Photoshop. O MYimager é um dos poucos sites do tipo que não é baseado em Flash, mas em Java, assim como o OnlinePhototool, no qual é possível mudar o padrão de cores, ajustar contraste e brilho. O Pixenate tem a vantagem de contar com integração com o Facebook e o Flickr, facilitando a publicação das fotos após o tratamento.
Formatos de arquivo
A maioria das câmeras digitais salva as fotos em formato JPG, com diferentes opções de qualidade. Essa qualidade se refere ao grau de compressão usado na produção da imagem. Quanto maior a qualidade, maior o tamanho do arquivo, e mais espaço ele vai ocupar no cartão de memória. Câmeras profissionais também salvam nos formatos TIFF e RAW, que evitam perda de qualidade, mas resultam em arquivos ainda mais pesados. O tamanho do arquivo depende de outros fatores, como a resolução, qualidade, detalhes e variação de cores. Em geral, uma foto com resolução de 5 megapixels com alta qualidade ocupa cerca de 1,5 MB.
[Fonte] O dia

5 de jan de 2010

Usando HTML Símbolo Entidades

Alguns caracteres (por exemplo, o menor que e maior de sinais) estão reservados para marcação HTML. A fim de exibir esses caracteres como texto, você deve digitar a entidades HTML no código-fonte.Por exemplo, para exibir o sinal de menor que (<), você precisa entrar < da entidade) ou < entidade). Entre a lista de entidade, há uma porção de entidades símbolo que podemos usar no projeto de layout.
Exemplos: → ♥ ♫ ✓ ✗ • ☞ ✁ ★ "⊕.
Você já viu o símbolo boneco ☃ antes? Se não, continuar a este post para encontrar mais surpresa.


As vantagens de utilização de entidades em vez de imagens




Apostrofo e aspas
  • Ele carrega rápido, porque é a base do texto.
  • Escalável de acordo com o tamanho da fonte.
  • Fácil de mudar de cor e tamanho.


A maioria dos erros de tipografia comum encontrado na internet são, provavelmente, o mau uso do apóstrofo e aspas. Nós muitas vezes abusiva o principal símbolo ( ')como o apóstrofo (') ea dupla principal ( ") como as aspas (" ").
Para corrigir isso, você pode usar o direito de citação entidade única ( ’como o apóstrofo. Use a esquerda aspas duplas ( “ e aspas duplas” para as aspas.


Setas
Eu particularmente uso os símbolos de seta, útil para ser usado como setas de direção ou separadores.






Separadores de Link

Meu favorito para separar os links são • bullet (•) e ponto ⋅operador (⋅).





Marcas, direitos autorais, Licenciatura e MoedaAs outras entidades comumente utilizados são provavelmente as marcas registradas, direitos autorais, grau e símbolos de moeda.


Trademark ™ | © Copyright | Marca Registrada ®
Grau: 29 º | 26 ℃ | 60 ℉
Moeda: ¢ Cent | £ Pound | ¥ ¥ | € Euro





Símbolos para Web Design

Aqui algumas entidades que talvez você possa usar o layout de design:✉ ✍ ✎ ✓ ☑ ☒ ✗ ⊕ ⊗ ☞ ☜ ♫ ✄ ✁ ∞ ♨ ☢ ✈ ☰ ☷ ♥ ★ ☆ ☺ ☹

Símbolos Diversos

Aqui estão alguns símbolos variados que você provavelmente nunca vai usar (mas eles são legais):
♔ ♕ ♖ ♘ ♆ ✠ ♂ ♀ ♠ ♣ ♥ ♦ ☣ ☮ ☃ ☂ ☯ ☠



Problemas de renderização

Note que o Mac e Windows, tem sistema de renderização diferente. As entidades símbolo provavelmente irá aparecer diferente em diferentes sistemas operacionais.Verifique antes de usá-lo.




Links de referência

Para obter uma lista completa de referência da entidade, verificar Bigbaer.com - Character Entity Reference.