30 de dez de 2009

Fireworks


24 de dez de 2009

Amós Barros: Feliz Natal - PAZ e AMOR

Amós Barros: Feliz Natal - PAZ e AMOR

A paz de Cristo

Feliz Natal - PAZ e AMOR


 


Só para lembrar, simples, mas com carinho!

21 de dez de 2009

Alguns anúcios criativos













































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































Espero que tenham gostado, para mais detalhe é só visitar :

18 de dez de 2009

Aprenda truques dos mestres no Photoshop

O CD Curso INFO - 101 Dicas do Photoshop traz as dicas dos melhores profissionais para a edição de fotos.

Já faz tempo que o verbo “photoshopar” entrou para o vocabulário de quem mexe com fotografia. Em revistas, jornais e na web, o aplicativo da Adobe é o padrão para edição das imagens. No Curso INFO - 101 Dicas do Photoshop você vai aprender a dominar essa poderosa ferramenta. O curso explora os recursos do Photoshop CS4, a versão atual. Também mostra como configurar a área de trabalho para ter mais produtividade e como personalizar o aplicativo em função da tarefa a ser executada.

Aquela pessoa na foto está gorda demais? O curso ensina como “emagrecê-la”. Há alguma ruga ou mancha incomodando no retrato? É fácil eliminá-la no Photoshop. Você também vai aprender a juntar várias imagens numa panorâmica e a editar muitas fotos de uma só vez. O curso mostra, ainda, como escolher o filtro certo para cada tarefa e como preparar fotos para a web. O Curso INFO - 101 Dicas do Photoshop já está nas bancas.

17 de dez de 2009

Todos terão novo orkut até o fim do ano



O Google anunciou, hoje, que todos os usuários receberão convites para o novo orkut até o fim do ano.

Em comunicado oficial, a companhia informou que a opção de permanecer com a interface antiga continuará disponível temporariamente aos internautas.

Segundo a equipe do site de relacionamentos, a decisão foi baseada nos bons resultados que foram passados pelos usuários, “especialmente quanto ao aumento de velocidade, à nova forma de organização e à maneira mais fácil de interagir com os amigos”.

A boa recepção dos usuários, porém, não é unanimidade. Dentro do orkut, o que não faltam são manifestos contrários às transformações. Em uma busca rápida, é possível encontrar mais de dez comunidades com a descrição de “Odeio o novo visual do orkut”, entre outras variações, algumas com milhares de usuários. Todas com fóruns bem movimentados.
Pelo teor das mensagens, percebe-se que os usuários estão dispostos a organizar abaixo-assinados para não serem obrigados a participar da versão atualizada.

O Google não informa até quando a interface antiga poderá ser usada, mas ressalta que a nova estrutura técnica do orkut, baseada em Google Web Toolkit, tem o intuito de aprimorar a experiência de navegação, interação e comunicação dos usuários.

14 de dez de 2009

Criador do MySQL chama usuários para "salvar" software

O criador do MySQL Michael “Monty” Widenius lançou uma campanha na web para “salvar” o banco de dados de código aberto das “amarras” da Oracle, que tenta comprar seu atual proprietário, a Sun Microsystems.

A Oracle anunciou sua intenção de comprar a Sun em abril de 2009, por 7,4 bilhões de dólares. Mas o negócio está paralisado enquanto as autoridades européias não concluem suas avaliações sobre questões antitruste.

Uma das principais preocupações dos reguladores, e também dos defensores de iniciativas open source, é qual será o futuro do MySQL sob a Oracle que, com seu próprio sistema proprietário, detém uma fatia significativa do mercado de banco de dados.

Mas Widenius acredita que, se os usuários se manifestarem agora, as autoridades europeias poderiam bloquear a fusão, ou forçar a Oracle a oferecer certas concessões e garantias em relação ao MySQL, disse numa nota publicada em seu blog na sexta-feira (12/12).

Lobby de clientes
Ele argumenta que a Oracle contatou “centenas de seus grandes clientes”, pedindo a eles que façam lobby junto à União Europeia para apoiar o acordo. A Oracle tem dito a seus clientes que investirá mais dinheiro no desenvolvimento do MySQL e que mesmo se ela abandonasse o banco de dados, a liberação de uma ramificação do código-base “cuidaria das coisas”, cita Widenius.

Mas, para o desenvolvedor, tais esforços não são suficientes.

“Apenas colocar dinheiro no desenvolvimento não é prova de que qualquer coisa útil será entregue, ou que o MySQL continuará a ser uma força competitiva no mercado como é hoje”, disse.

E uma ramificação do código-base “não é suficiente para manter o MySQL vivo no futuro, caso a Oracle, como detentora dos direitos do MySQL, decida num dado momento matar o MySQL ou fechar partes do código do banco de dados”, acrescentou.

Dez anos atrás, o MySQL era usado principalmente para aplicações web, mas desde então se tornou “muito funcional, escalável e confiável” e é utilizado para uma diversidade de propósitos, ele adicionou.

“Isso não só assusta como realmente fere a Oracle todo dia”, ele diz. “É claro que o sistema da Oracle tem mais recursos, mas o MySQL já pode fazer uma variedade de coisas para as quais o Oracle é frequentemente utilizado e, assim, ajuda as pessoas a economizar um bocado de dinheiro. Dessa forma, eu simplesmente não acredito que a Oracle será um bom lar para o MySQL.”

Conversa com chefes
Widenius está pedindo aos usuários que pensam como ele tornar pública sua preocupação, enviando cartas à União Europeia, publicando blogs sobre o assunto e conversando com os executivos das empresas nas quais trabalham.

Os usuários tiveram reações iniciais mistas em relação ao apelo de Widenius.

“Vamos nos erguer hoje para enfrentar o mal”, disse um comentarista identificado como “Ryan Chan” na lista de discussão do MySQL.

Mas outros optaram por uma atitude liberal à fusão.

“Você vendeu o MySQL (e não há nada errado nisso)”, comentou uma pessoa em resposta ao post de Widenius. “A Oracle é livre para fazer o que quiser com ele, quero dizer, eles compraram, então é deles, ponto.”

Procurada, a Oracle não comentou o assunto.

A campanha de última hora de Widenius pode ser em vão, já que há indícios de que a União Europeia vai aprovar a fusão.

Nesta segunda-feira (14/12), a Oracle publicou uma declaração na qual apresenta dez compromissos a desenvolvedores e usuários do MySQL. As alegações, que seriam válidas por cinco anos a partir da aprovação do acordo, são um “importante novo elemento a ser levado em conta no processo”, disse a União Europeia em um comunicado.

A União Europeia também reiterou o recente comentário da comissária de competição Neelie Kroes, que disse estar otimista em relação a uma resolução satisfatória para o assunto.

12 de dez de 2009

Palestra gratuita fala sobre HTML 5 e web

A Impacta Tecnologia promove neste sábado, em São Paulo, uma palestra sobre o W3C, o HTML 5 e o futuro da internet.

Entre os tópicos a serem abordados no evento, que acontece das 10h às 13h, estão os conceitos do consórcio W3C e o seu papel como definidor de padrões para a web.
Em relação ao HTML 5, serão abordados os novos elementos que compõe a linguagem, bem como as diferenças e avanços em relação à versão anterior.

Segundo a Impacta, o público alvo esperado é formado por desenvolvedores, analistas de conteúdo e outros profissionais relacionados ao desenvolvimento de projetos online. A participação é gratuita, mas os interessados podem colaborar com um quilo de alimentos não perecíveis.

A palestra será ministrada por Vagner Dias, gerente do escritório brasileiro do W3C e engenheiro eletrônico com especializações pela Fundação Getúlio Vargas e Universidade de Genebra.
nscrições gratuitas pelo site www.impacta.com.br

10 de dez de 2009

Suporte para MySQL 5.0 está acabando



SÃO PAULO – A partir do dia 31 de Dezembro, a Sun Microsystems deve descontinuar o suporte ativo para a versão 5.0 do banco de dados MySQL.
Segundo o calendário oficial de ciclo de vida para a aplicação, a empresa deve continuar com o suporte estendido até o dia 31 de dezembro de 2011, mas não haverá mais atualização dos pacotes binários.
Durante esse período de suporte estendido, apenas falhas críticas de funcionamento e segurança serão corrigidas. Apenas clientes que pagaram pelos planos especiais da empresa terão acesse a essas atualizações. A Sun informa que seus usuários devem fazer o upgrade para a versão 5.1, que tem seu término de suporte ativo funcional até 15 de dezembro de 2010.

Google Reader (322)

Google Reader (322)

7 de dez de 2009

Asus e o Express Gate #FAIL

A ASUS - fabricante de placas-mãe - criou o sistema Express Gate, que promete um boot na máquina em 8 segundos e as vezes até menos...
Esse sistema está presente nas placas mais novas, e é ridículo.
Sabe qual é a jogada? Bootar diretamente da memória da placa-mãe uma distribuição Linux com recursos mega-básicos só pra acesso à internet e mensagens instantâneas com o skype.
A parte mais ridícula é que como não está dentro do sistema instalado realmente na máquina ele não tem todos os drivers instalados então a minha conexão wireless (só utilizo sem fio aqui, mesmo no desktop) não funciona. Logo, é inútil pra mim.

E aliás, quem quer que tenha descoberto o recurso de hibernação já não demora tanto tempo pra iniciar o computador assim, tô certo ?

Se você estiver curioso pra conhecer melhor o sistema, tem até um vídeo em português no site oficial. Olha só hein, ASUS dando valor pra nós !
Acesse: http://expressgate.com.br/

5 de dez de 2009

IBM - Nova Inteligência

IBM - Nova Inteligência

Idéias inteligentes sobre analise de dados

Trabalho Mais Inteligente

Se hoje for um dia útil médio, você poderá perder cerca de uma hora tentando fazer alguma coisa.

Mas você não será capaz de terminar a tarefa, porque não vai achar a informação certa, acessar a ferramenta certa ou alcançar a pessoa certa, tudo devido a processos ineficientes. Empregados gastam 25% do seu tempo só na busca por informações. A cada semana, 42% das pessoas se utilizam de informações erradas para tomar decisões, o que exige que tudo seja refeito. E com a recessão econômica, há uma urgência muito grande para aumentar a produtividade das empresas.

4 de dez de 2009

Adobe lança Photoshop.com Mobile para iPhone

A Adobe anunciou hoje o lançamento do Photoshop.com Mobile para iPhones/iPods touch, aplicativo que possibilita a edição e o compartilhamento de fotos diretamente pelos gadgets da Apple. O app é totalmente integrado ao serviço Photoshop.com, possibilitando o armazenamento das imagens originais e editadas online.

Depois do trabalho nas fotos — como recorte, rotação, espelhamento, exposição, saturação, cor/preto e branco, filtros (rascunho e foco suave) e efeitos (desfoque, brilho de branco,vignette e preto e branco suave) —, as imagens editadas podem ser armazenadas na biblioteca local do aparelho, à vontade. O app conta até mesmo com um recurso de slideshow embutido.


3 de dez de 2009

Seis marcas relacionadas à tecnologia poderão desaparecer em 2010, afirma site

Problemas econômicos, má gestão ou produtos obsoletos nem sempre são dificuldades passageiras para algumas empresas. O site 24/7 Wall St. preparou uma lista de marcas que estarão extintas, segundo análise de especialistas do setor econômico, já em 2010. Seis delas são do setor de tecnologia ou tem relação com ele.

Algumas das marcas sugeridas pelo site são bem famosas, como a revista Newsweek, a fabricante de celulares Motorola, a multinacional de locação de vídeos Blockbuster e a Kodak, do setor fotográfico.

Acompanhe abaixo todos os participantes dessa “lista negra":

Newsweek
A revista já diminuiu a projeção de circulação de 3,1 milhão para 2,5, número que pode cair ainda mais para apenas 1,5 milhões no próximo ano. A fuga de anunciantes chegou em 29,9% só nos primeiros três trimestres de 2009. O impacto no faturamento não poderia ser outro: a revista sofreu 30 milhões de dólares até agora. Editorialmente, os resultados começa a aparecer, com uma cobertura menor de notícias de última hora e matérias mais aprofundadas. Por sua vez, os internautas já começam a debandar, o site Newsweek.com teve 1,3 milhões de visitantes únicos em Outubro, uma queda de 15%.

Motorola
A companhia de celular e infraestrutura de telecomunicações, que chegou a ser a segunda empresa líder no mercado, caiu na obscuridade. O tempo da empresa de quebrar em pedaços chegou e já tem compradores rondando sua marca. A companhia pretende vender sua divisão de equipamentos wireless e de cabeamento por US$ 4,5 bilhões. A capitalização de mercado é de US$ 19 bilhões e a dívida a longo prazo atinge US$ 3,9 bilhões e, em caixa, US$ 3 bilhões. A divisão de maior sucesso da Motorola, a de celulares, caiu em rendimento quase pela metade no último trimestre.

Talvez o futuro dessa divisão seja o único mais claro: com o lançamento do Droid, a empresa pode respirar. O problema é que o sucesso dessas vendas se devem muito mais ao sistema operacional Android, do Google, do que por mérito próprio. Entre os possíveis compradores, estão a Nokia, Samsung e LG.

Palm
O smartphone da companhia teve um sucesso modesto após o lançamento do Pre. Mas o produto seguinte, o Pixi, não está tendo um bom desempenho. O Pre enfrenta uma competição com o Droid da Motorola e novos handsets da Nokia e Samsung. Sem contar a concorrência esmagadora de outros dois celulares: iPhone e BlackBerry. A Palm precisaria de parcerias com AT&T Wireless e Verizon, grandes empresas de telecomunicações nos EUA, para poder respirar.

A própria Nokia lançou uma previsão de que as vendas globais de celulares vão crescer no máximo 10% em 2010. O mercado não irá suportar o atual número de fabricantes. Mesmo a LG e Samsung, segunda e terceira respectivamente na liderança desse mercado, têm linhas fracas de celulares. A compra da Palm seria uma maneira fácil para essas duas empresas de avançar no mercado de usuários finais.

Borders
O grupo Borders perdeu a guerra de lojas onlines de livros para a Barnes & Noble e Amazon.com. As ações da companhia caíram de US$ 4,48 para 1,20 e ela vale agora menos de US$ 80 milhões. Outros dados financeiros só comprovam sua derrocada. A operação da Borders caiu para 361 lojas. Com uma dívida líquida de US$ 375 milhões, um competidor como a Barnes & Noble poderia comprar US$ 2 bilhões em rendimentos por uma fração das vendas da empresa e cortar custos gerais e de administração para melhorar margens. A Border está morta há dois anos, mas ninguém se lembrou de se livrar do corpo.

Blockbuster
As finanças da maior locadora mundial de vídeos não vão nada bem. O último trimestre comprova esse dado: a receita caiu de US$ 1,6 bilhões para 910,5 milhões e a companhia só tem US$ 141 milhões em caixa. Atualmente, a empresa tem 3.662 lojas nos EUA e outras 1.703 no mundo. Muitas dessas lojas derão à Blockbuster dívidas no arrendamento e a companhia deveria reduzir bastante de tamanho para sobreviver. Ela tomou fôlego ao renegociar parte da sua dívida e promover um fechamento de lojas em massa. O valor de mercado da empresa é US$ 125 milhões. É certo que ela enfrentará a liquidação após falência em breve.

Fanie Mae e Freddie Mac
Essas duas agências hipotecárias, antes patrocinadas pelo governo norte-americano, perderam muito da sua influência depois da crise econômica. Para o governo é mais fácil mantê-las no limbo do que retomar o controle das empresas. Analistas de mercado chegaram a dizer que suas ações valem zero.

Ambac
O grupo financeiro Ambac uma das ex-seguradoras de títulos sólida que mantinha o mercado unido. Seu futuro é um grande ponto de interrogação atualmente. Para a empresa manter suas operações funcionando normalmente, parece que o mercado de capitais teria de voltar no tempo, na época pré-crise, pois agora a missão parece impossível.

Eastman Kodak
A trajetória da Eastman Kodak tem sido descendente desde a última década. O CEO Antonio Perez não foi capaz de consertar a companhia desde que a assumiu em 2005. A Kodak continua mantendo seus investimentos pesados e encara uma reestruturação tão longa que ninguém lembra quando começou.

Essa já foi uma das maiores marcas americanas do século 20. Mas a entrada no mundo da impressão digital foi tardia e muitas companhias menores se puseram à frente dos esforços digitais da Kodak. Parece que a companhia está numa maré muito pior do que as empresas de mídia impressa. Com a diferença crucial que os jornais podem viver ainda de anúncios de carros e imobiliários (tão logo o setor se recupere também).

Sun Microsystems
A Sun Microsystems pode ser integrada à Oracle ou pode não ser também. Seu destino como companhia independente tem ficado cada vez mais inevitável. A IBM estava interessada na Sun, mas desistiu. E agora a Comissão Européia está de alguma forma preocupada com o controle excessivo do código aberto nas mãos da Oracle, mesmo que a maior parte dele seja gratuito ou tenha sido dado pela Sun para ela por nada.

Com a fusão das empresas bloqueada, a Sun tem de se mexer e rápido. Mesmo que a empresa não seja comprada, deve fazer ofertas de transformação e precisa de uma boa economia para que suar operações cruciais crescem em um patamar rentável. Mesmo que a Sun resista até o próximo ano, não será a mesma empresa que conhecemos atualmente.

E*Trade
O E*Trade, grupo de empresas que prestam serviços gerais relacionados a investimentos e finanças, é uma grande companhia com uma boa base de clientes. Mas foi ao chão ao oferecer empréstimos de risco e atuar como “banqueiro para usuários finais”. A empresa ainda tem uma difícil jornada, empregou todo esforço apenas passar pela tormenta, e pode não ter recursos para se reerguer.